Esta biblioteca digital abriga o livro sobre Oncologia e Oncocirurgia Ortopédica.

Ela inclui aulas acadêmicas, palestras proferidas em congressos nacionais e internacionais, trabalhos publicados, discussões de casos, procedimentos cirúrgicos realizados e técnicas próprias desenvolvidas.

O formato digital foi escolhido porque a web permite a inclusão de textos com inúmeros recursos visuais, como imagens e vídeos, que não seriam possíveis em um livro impresso.

O conteúdo é destinado a estudantes, profissionais da saúde e ao público em geral interessado na área.

Cisto Ósseo Simples do Fêmur

Bf13848f7f02f488b2e12e009a8b0df3 3

Cisto Ósseo Simples do Fêmur

Cisto Ósseo Simples do Fêmur: Diagnóstico e Tratamento

Introdução

O cisto ósseo simples do é uma condição ortopédica que pode causar preocupações significativas, especialmente em pacientes jovens. Este artigo aborda o caso de uma paciente feminina de 12 anos, que foi diagnosticada com um cisto ósseo simples no fêmur esquerdo tardiamente, após uma série de consultas e exames.

Diagnóstico Inicial

A paciente inicialmente foi encaminhada ao fisiatra devido a uma suposta variação anatômica da coluna, interpretada em radiografia panorâmica. O fisiatra solicitou um Escanograma dos membros inferiores e recomendou Pilates, sem identificar a lesão no fêmur esquerdo.

Consulta Pediátrica e Descoberta da Lesão

Posteriormente, a paciente consultou outro profissional, que diagnosticou a lesão no fêmur esquerdo. A partir daí, foram realizados vários exames de imagem para uma avaliação detalhada da condição:

  • Radiografias do quadril (frente e perfil)
  • Estudo radiográfico da coxa esquerda
  • Radiografias do joelho (frente e perfil)
  • Tomografia computadorizada do quadril esquerdo (frente e perfil)
  • Laudo da tomografia computadorizada da coxa esquerda

Procedimento Cirúrgico

A intervenção cirúrgica foi necessária para tratar o cisto ósseo simples. O procedimento envolveu a incisão na coxa esquerda para a inserção de uma placa, e posteriormente agregado enxerto ósseo. 

  • Consulta de Retorno: No dia 27/08/2014, a paciente retornou ao consultório para a retirada do curativo e pontos, apresentando uma boa recuperação conforme o vídeo registrado.

O caso da paciente de 12 anos com cisto ósseo simples no fêmur esquerdo destaca a importância de uma avaliação cuidadosa e multidisciplinar para o diagnóstico e tratamento

Cisto Ósseo Simples Fêmur. Paciente feminina, com 12 anos de idade, avaliando a dentição com radiografia panorâmica, foi encaminhada ao fisiatra devido à variação anatômica da coluna.

O Fisiatra solicitou escanograma de membros inferiores e indicou Pilates, sem diagnosticar a lesão no fêmur esquerdo. Posteriormente foi consultar uma pediatra que diagnosticou a lesão.

Radiografias do quadril frente e perfil do lado esquerdo Estudo radiográfico da coxa esquerda.
Radiografias do quadril frente e perfil do lado esquerdo Estudo radiográfico da coxa esquerda.
Radiografias do joelho frente e perfil
Radiografias do joelho frente e perfil
Tomografia computadorizada do quadril esquerdo/perfil.
Tomografia computadorizada do quadril esquerdo/frente.
Tomografia computadorizada do quadril esquerdo/perfil.
Laudo do tomografia computadoriza da coxa esquerda. Tomografia computadorizada do quadril esquerdo/perfil.
Incisão cirúrgica da coxa esquerda, onde se visualiza a placa.
Incisão cirúrgica da coxa esquerda, onde se visualiza a placa.
Nesta imagem podemos ver a placa sendo revestida por osso.
Nesta imagem podemos ver a placa sendo revestida por osso.
Início da retirada dos parafusos
Início da retirada dos parafusos
Foi usado também uma desparafusadeira para retirar demais parafusos.
Foi usado também uma desparafusadeira para retirar demais parafusos.
Após a retirada de todos os parafusos.
Após a retirada de todos os parafusos.
intra op
intra op
Os 8 parafusos retirados.
Placa retirada. Os 8 parafusos retirados.
Nesta imagem podemos a chave abaixo, que foi usada para a retirada do parafuso.
Nesta imagem podemos a chave abaixo, que foi usada para a retirada do parafuso.
O tamanho de um dos parafusos retirados.
O tamanho de um dos parafusos retirados.
Nesta radiografia do quadril frente podemos visualizar a marca da retirada dos parafusos.
Nesta radiografia do quadril frente podemos visualizar a marca da retirada dos parafusos.
Nesta imagem em perfil do quadril podemos ver a marca dos parafusos no osso.
Nesta imagem em perfil do quadril podemos ver a marca dos parafusos no osso.
Outra imagem mostrando a marca da retirada dos parafusos.
Outra imagem mostrando a marca da retirada dos parafusos.
Paciente em posição ortostática.
Paciente em posição ortostática.
Paciente de perfil mostrando o curativo.
Paciente de perfil mostrando o curativo.
Cicatriz após a cirurgia.
Cicatriz após a cirurgia.
Paciente retornou ao consultório no dia 27/08/2014 , após a retirada do curativo e pontos. Conforme vídeo podemos ver a boa recuperação do paciente.

Autor : Prof. Dr. Pedro Péricles Ribeiro Baptista

 Oncocirurgia Ortopédica do Instituto do Câncer Dr. Arnaldo Vieira de Carvalho

Olá! Como podemos auxiliá-lo?