Ba2cf4148007ed8a8b041f8abd9bbf96 3

Osteossarcoma da Tíbia - Prótese Parcial e Ligamentoplastia

Prótese Parcial da Tíbia. Paciente do sexo feminino, 12 anos de idade, data de nascimento 18 de março de 2003, começou em abril com dor e claudicação, consultou em vários centros e foi tratada com analgésicos.

Ela foi admitida no hospital no mês de maio e realizou uma biópsia por punção. O relatório anatomopatológico indicou um osteossarcoma central convencional localizado, com culturas negativas. Ela foi estadiada com tomografia de tórax, cintilografia óssea total corporal e ressonância magnética do membro inferior direito. Passou por três ciclos de quimioterapia neoadjuvante com Platina e Doxorrubicina, com boa resposta.

Figura 1: RM axial T1 tse.
Figura 1: RM axial T1 tse.
Figura 3: Rm axial T1 tse.
Figura 2: Rm axial T1 tse. Figura 3: Rm axial T1 tse.
Figura 5: RM axial T1 tse.
Figura 4: RM axial T1 tse. Figura 5: RM axial T1 tse.
Figura 6: RM axial T2 tse-fil.
Figura 6: RM axial T2 tse-fil.
Figura 8: Rm axial T2 tse-fil.
Figura 7: RM axial T2 tse-fil. Figura 8: Rm axial T2 tse-fil.
Figura 10: RM axial T2 tse-fil.
Figura 9: RM axial T2 tse-fil. Figura 10: RM axial T2 tse-fil.
Figura 11: RM axial T1 tse-gad.
Figura 11: RM axial T1 tse-gad.
Figura 13: RM axial T1 tse-gad.
Figura 12: RM axial T1 tse-gad. Figura 13: RM axial T1 tse-gad.
Figura 15: RM axial T1 tse-gad.
Figura 14: RM axial T1 tse-gad. Figura 15: RM axial T1 tse-gad.
Figura 16: RM cor T1.
Figura 16: RM cor T1.
Figura 17: RM cor Stir.
Figura 17: RM cor Stir.
Figura 18: RM cor stir-fil.
Figura 18: RM cor stir-fil.
Figura 19: RM sag-stir-fil.
Figura 19: RM sag-stir-fil.
Figura 20: RM axial T1 tse-fil.
Figura 20: RM axial T1 tse-fil.
Figura 22: RM axial T1 tse-fil.
Figura 21: RM axial T1 tse-fil. Figura 22: RM axial T1 tse-fil.
Figura 24: RM axial T1 tse-fil.
Figura 23: RM axial T1 tse-fil. Figura 24: RM axial T1 tse-fil.
Figura 25: RM axial T1 tse-fil-gad.
Figura 25: RM axial T1 tse-fil-gad.
Figura 27: RM axial T1 tse-fil-gad.
Figura 26: RM axial T1 tse-fil gad. Figura 27: RM axial T1 tse-fil-gad.
Figura 29: RM axial T1 tse-fil-gad.
Figura 28: RM axial T1 tse-fil-gad. Figura 29: RM axial T1 tse-fil-gad.
Figura 30: RM axial T2 tse-fil
Figura 30: RM axial T2 tse-fil
Figura 32: RM axial T2 tse-fil.
Figura 31: RM axial T2 TSE-FIL. Figura 32: RM axial T2 tse-fil.
a Figura 34: RM axial T2 tse-fil.
Figura 33: RM axial T2 tse-fil. Figura 34: RM axial T2 tse-fil.
Figura 35: RM cor T1.
Figura 35: RM cor T1.
Figura 36: RM cor-stir
Figura 36: RM cor-stir
Figura 37: RM cor-T1-gad.
Figura 37: RM cor-T1-gad.
Figura 38: RM sag-stir
Figura 38: RM sag-stir
Figura 39: Foto do hospital
Figura 40: Equipe cirúrgica.
Figura 41: Radiografia de frente da tíbia esquerda.
Figura 41: Radiografia de frente da tíbia esquerda.
Figura 42: Radiografia de perfil da tíbia esquerda, evidenciando a lesão na região proximal.
Figura 42: Radiografia de perfil da tíbia esquerda, evidenciando a lesão na região proximal.
Figura 43: Paciente na posição monopodal.
Figura 43: Paciente na posição monopodal.
Figura 44
Figura 44
Figura 45: Paciente em decúbito dorsal sobre a mesa cirúrgica.
Figura 45: Paciente em decúbito dorsal sobre a mesa cirúrgica.
Figura 46: Paciente em decúbito dorsal com o membro esquerdo sobre a mesa.
Figura 46: Paciente em decúbito dorsal com o membro esquerdo sobre a mesa.
Figura 47
Figura 47
Figura 48
Figura 48
Figura 49
Figura 49
Figura 50
Figura 50
Figura 51
Figura 51
Figura 52
Figura 52
Figura 53
Figura 53
Figura 54
Figura 54

Vídeo:  017

Figura 55
Figura 55
Figura 56
Figura 56
Figura 57
Figura 57
Figura 58
Figura 58
Figura 59
Figura 59
Figura 60
Figura 60
Vídeo: 024
Figura 61
Figura 61
Figura 62
Figura 62
Figura 63
Figura 63
Figura 64
Figura 64
Figura 65
Figura 65
Figura 66
Figura 66
Vídeo: 031
Figura 67
Figura 67
Figura 68
Figura 68
Figura 69
Figura 69
Figura 70
Figura 70
Figura 71
Figura 71
Figura 72
Figura 72
Figura 73
Figura 73
Figura 74
Figura 74
Figura 74
Figura 75
Figura 76
Figura 76
Figura 77
Figura 77
Figura 78
Figura 78
Vídeo: 044
Vídeo: 045
Figura 79
Figura 79
Figura 80
Figura 80
Vídeo: 048
Figura 81
Figura 81
Figura 82
Figura 82
Vídeo: 051
Figura 83
Figura 83
Figura 84
Figura 84
Figura 85: Foto da equipe - final da cirurgia.
Figura 86: Paciente após uma semana da cirurgia, em 20/08/2015.
Figura 86: Paciente após uma semana da cirurgia, em 20/08/2015.
Figura 87: Boa cicatrização após uma semana da cirurgia.
Figura 87: Boa cicatrização após uma semana da cirurgia.
Figura 88: O sorrizo denota a tranquilidade da paciente, sem dor, após uma semana da cirurgia, em 20/08/2015.
Figura 88: O sorrizo denota a tranquilidade da paciente, sem dor, após uma semana da cirurgia, em 20/08/2015.
Figura 89: Radiografia, frente, após dez dias, em 22/08/2015.
Figura 89: Radiografia, frente, após dez dias, em 22/08/2015.
Figura 90: Radiografia em perfil.
Figura 90: Radiografia em perfil.
Figura 91: Paciente no dia da alta hospitalar, dez dias após a cirurgia, em 20/08/2015.
Figura 91: Paciente no dia da alta hospitalar, dez dias após a cirurgia, em 20/08/2015.

Autor : Prof. Dr. Pedro Péricles Ribeiro Baptista

 Oncocirurgia Ortopédica do Instituto do Câncer Dr. Arnaldo Vieira de Carvalho

Olá! Como podemos auxiliá-lo?